Empresas
o-que-são-as-dark-stores

Como as Dark Stores impulsionam o crescimento de e-commerces

Os avanços tecnológicos tem mudado o comportamento de compra e venda, levando a ascensão das Dark Stores. Se você quer entender mais sobre essa nova estratégia, continue lendo!

Vivemos um cenário novo, em que até mesmo as empresas mais tradicionais, estão migrando e levando transformação digital aos seus processos. O que antes poderia ser exceção, tornou-se regra.

Prova disso é uma pesquisa realizada pela Global Consumer Insights Survey, que indicou que quase a metade dos brasileiros (45%) tem interesse em comprar itens básicos do seu cotidiano regularmente via Internet. Assim como, praticamente dois terços deles (64%) estão dispostos a pagar mais caro no frete por uma entrega mais rápida — se possível no mesmo dia.

Logo, notamos que com a tecnologia vem a mudança de comportamento também fora das empresas, os consumidores passaram a querer mais praticidade e estar mais perto da automatização.

O que são as Dark Stores?

Dark Store em tradução literal designa “loja escura”. Resumidamente, são locais exclusivos para armazenamento, separação e envio de produtos vendidos, na maioria dos casos, por e-commerces.

Assim, diferenciam-se dos centros de distribuição convencionais pelo tamanho e localização, tendo em vista que são menores e devem estar localizadas em centros urbanos, bem como serem semelhantes as lojas convencionais.

Uma curiosidade é que muitas lojas estão se transformando em Dark Store, principalmente pela maior rentabilidade em parcerias com grandes marketplaces.

A partir dessas características, os consumidores podem ir até as Dark Stores retirar os produtos comprados online. Sendo esse o principal objetivo desse tipo de negócio, que torna-se parte do último estágio da cadeia logística.

Quais as vantagens?

Além de estarem mais próximas ao público, existem inúmeros benefícios quando falamos em Dark Stores. Confira:

  • Redução do prazo de entrega;
  • Melhor atendimento de demandas regionais;
  • Facilidade na realização de promoções por região;
  • Melhor experiência de compra para os clientes;
  • Criação de um ambiente para vendas diretas e armazenamento;
  • Aumento do lucro;
  • Redução dos custos de transporte;
  • Otimização da etapa de last mile;
  • Menor custo de implantação e operação;
  • Melhor gestão e visibilidade dos estoques;
  • Transparência nos processos.

Como montar uma Dark Store?

Apesar dos objetivos de reduzir tempo e custo de entrega serem bem definidos, nem toda Dark Store opera da mesma forma. Elas podem trabalhar como o modelo tradicional de armazenamento ou  sistema drive thru, assim como inovar em modelos que dispensem a interação com clientes.

Os principais pontos a serem considerados para implantar uma Dark Store são:

1 – Localização: Ela deve estar localizada em uma área bem popular em um centro urbano, com um volume significativo de pessoas passando pelo local diariamente;

2 – Criação ou adaptação: É possível criar um espaço do zero para armazenar, ou a partir de uma loja adaptar a sua Dark Store. Ela pode manter as vendas e ter um espaço para armazenar, ou manter apenas o armazenamento;

3 – Parceiro: Para implantar você precisa ter o que armazenar. Então, tenha bem definido seus processos e parceiros de negócio. Evite prejuízos;

4 – Entregas: Dentro do seu planejamento, considere como serão feitas as entregas, tanto em regiões mais próximas, como em outras localidades.  Considere também os agentes que podem atrapalhar a operação. Para viabilizar sua Dark Store, o prazo de entrega precisa estar entre os principais diferenciais;

5 – Atendimento 24×7: Quanto mais ágil, melhor a experiência do cliente. Por isso, planeje também uma operação que possa atender a qualquer dia e horário.

Com a pandemia do Coronavírus, o e-commerce ganhou ainda mais força, e as lojas físicas ainda não possuem previsão de reabertura com um cenário de incerteza. Logo, as Dark Stores surgem como uma alternativa para utilizar os espaços ociosos.

Assim como, incentivam a migração de comércios físicos para o online, utilizando o espaço apenas para armazenamento. São inúmeras as alternativas para se reinventar e implantar a estratégia das Dark Stores.

Para mais conteúdos como este, acompanhe nosso blog. Gostou do artigo? Deixe seu comentário!

Author

Larissa Silva

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *