Mercado de trabalho
por-que-aprender-um-novo-idioma-na-terceira-idade-enviabybus

Por que aprender um novo idioma na terceira idade?

Aprender um novo idioma na terceira idade ainda pode ser visto por muitos como algo desnecessário ou uma perca de tempo. Entretanto, com o aumento da expectativa e qualidade de vida, os 50+ estão se dedicado cada vez mais a novos projetos, viagens e desafios. E como bem sabemos, o segundo idioma é um grande diferencial nessas horas.

Além disso, falar outra língua pode abrir portas para novas amizades, mais opções de lazer, desenvolver novas habilidades, manter a saúde mental e emocional, contribuir em contextos sociais e culturais e é uma das principais razões para envelhecer bem por meio da motivação cerebral. Ao ativar a memória durante o aprendizado, novas conexões cerebrais são criadas potencializando funções como linguagem e capacidade de raciocínio.

Apesar de haver um certo preconceito em começar novos projetos na velhice, o pesquisador Stephen Krashen desenvolveu um pesquisa sobre linguística que confirma: A capacidade de aprendizado de novas línguas não desaparece na vida adulta. Pelo contrário, nesta fase os indivíduos possuem algumas vantagens no aprendizado se comparados as crianças, principalmente pela experiência, por exemplo:

  • As experiências adquiridas ao longo dos anos facilita no aprendizado e memória de coisas novas em outra língua;
  • Possuem melhor compreensão das características da fala, como pausas, entonação , volume, gestos, linguagem corporal e outras questões mais suaves na comunicação;
  • São mais determinados por estarem buscando aprender algo por vontade própria, além de serem menos distraídos;
  • Lidam melhor e tendem a buscar mais feedbacks, assim, na maioria das vezes, possuem melhor desempenho com novas línguas.

Um novo idioma e o combate ao Alzheimer

Atualmente, existem quase 7 mil idiomas sendo falados no mundo, e segundo dados divulgados em 2020 pela Ethnologue, o inglês ainda lidera o ranking com 1268 milhões de falantes, seguido do Chinês Mandarim com 1120 milhões e do Hindi, com 637 milhões. Diante disso, há muitas opções e todas podem beneficiar o cérebro contra doenças como demência e Alzheimer.

De acordo com pesquisas da Universidade de Ghent, na Bélgica,  pacientes bilíngues levaram quatro anos a mais para manifestarem os sintomas da doença do que os pacientes que não falavam um segundo idioma. Isso porque o aprendizado de outra língua estimula a cognição e a memória, mantendo a mente ativa, que é uma das formas mais eficazes de evitar o avanço dessas doenças.

Por onde començar?

  • Faça um planejamento

A vida adulta é rodeada de tarefas, por isso, antes de iniciar um curso de outro idioma analise toda a sua rotina, veja como estão seu horários e estabeleça um compromisso com data e hora marcados, garantindo que você aproveite ao máximo o aprendizado. Não se esqueça de que aprender pode ser um processo cansativo, então escolha um momento tranquilo e que você esteja disposição.

  • Estabeleça uma rotina – realista – de estudos

Entenda que estar iniciando algo na terceira idade não é sinônimo de estar atrasado. Portanto, seja realista e paciente, crie uma rotina de estudos coerente com o seu dia-a-dia e que não fará você desistir no primeiro mês.

  • Tenha um local para se dedicar aos estudos

Para aprender uma nova língua é possível optar por contratar uma escola ou um professor particular para ter aulas presenciais ou online, mas há também os autodidatas que optam em aprender sozinhos. Independentemente da opção que você escolher, tenha um ambiente adequado e confortável para estudar e que permita se concentrar, é comprovado que o ambiente afeta diretamente no aprendizado.

  • Não tenha vergonha e procure sempre uma fonte de informação
  • Um dos grandes desafios dos estudantes de inglês é falar durante as aulas, e na terceira idade o aprendizado é diferente dos primeiros anos de vida. Entretanto, todos estão passíveis a terem dificuldades e dúvidas, o importante é nunca deixá-las passar e ter sempre um professor ou uma fonte de informação adequada para lhe ajudar.
  1. Você já fala outro idioma ou pensa em aprender? Deixe um comentário e conte-nos a sua experiência!

Author

Larissa Silva

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *